São Paulo: (11) 3271.7007 / (11) 3277.0708 • Atibaia: (11) 2427.9188 / (11) 2427.9199  

Excesso de peso e medicamentos: boa ou má idéia?

Publicado domingo, 27 de março de 2016

remedios

 

 

Quem sofre com o excesso de peso sabe que nem sempre é fácil eliminá-lo !

O pilar para uma perda de peso saudável e sustentável, sem dúvida nenhuma, continua a ser através de um programa de reeducação alimentar supervisionado contendo uma dieta de baixa caloria associado a atividades físicas

Entretanto, vários estudos demonstram que o tratamento convencional do excesso de peso com dieta e exercícios físicos apresentam um baixo percentual de sucesso terapêutico, além de uma alta incidência de reganho de peso a médio e longo prazo.

Por que será que isso acontece? Será que tratar o excesso de peso depende apenas da força de vontade do paciente?

Apesar de todos nós sabermos que a mudança de estilo de vida é a chave para um emagrecimento saudável, muitos pacientes não conseguem adotar esta mudança por completo e de maneira definitiva e se frustram com os resultados.

Citamos a seguir alguns dos fatores que favorecem o excesso de peso e dificultam e muito o emagrecimento: obesidade de longa data, excesso de peso acentuado, compulsão por determinados alimentos “viciantes” (doces, refrigerantes, frituras, etc.), quadros ansiosos e depressivos que levam a uma ingesta alimentar de alívio ou compensatória, limitações motoras para prática de atividades físicas, influência ambiental negativa (exemplo: familiares, amigos e colegas obesos), falta de tempo para o preparo de refeições mais saudáveis e para exercícios físicos, etc.

Isso sem contar outros fatores que atrapalham a perda de peso mesmo naqueles que procuram seguir tudo à risca, como fatores genéticos, sono inadequado, mudanças na flora intestinal, entre outros.

E como abordar o excesso de peso nestes casos?

O uso de medicamentos anti-obesidade deve sim ser considerado em várias destas situações, já que é uma doença que pode trazer complicações futuras, algumas potencialmente fatais.

Porém, nenhuma destas medicações é milagrosa e é preciso que o paciente não perca o foco nas mudanças de estilo de vida, somente assim o excesso de peso será resolvido definitivamente. Remédios isoladamente também não surtem efeito! Além disto, sempre existe o risco de efeitos adversos e pode haver contraindicações a um ou mais fármacos a depender de doenças associadas que a pessoa apresenta.

E aí entramos em um outro ponto polêmico. Por que tantas pessoas usam estas medicações, perdem peso e depois engordam novamente e nunca saem do famoso “efeito sanfona”?

Mesmo com o uso destes medicamentos, perder peso por si próprio não é algo simples e exige um comprometimento de longo prazo dos pacientes. O processo de emagrecimento passa por duas fases: de indução de perda de peso e de manutenção do novo peso.

É comum vermos pacientes abandonarem o uso da medicação logo no início do tratamento, seja pela falsa crença de que medicações devem ser utilizadas pelo menor tempo possível ou mesmo pela perda da motivação inicial, que levam os mesmo a esquecerem de usar as medicações regularmente, faltam nas consultas e não renovam a receita médica, deixam de usar as medicações nos finais de semana e nas férias entre outros.

O desmame destas medicações é gradual e deve ser feito preferencialmente ao longo da fase de manutenção. É como se o organismo necessitasse de um certo período para se adaptar ao novo peso e a nova rotina de vida. E mesmo assim, o risco de reganho de peso nunca será totalmente eliminado, é preciso vigilância constante.

Portanto, o uso de medicações para o tratamento do excesso de peso pode ser uma boa ideia, mas nunca deve ser feito fora de um contexto de mudança de estilo de vida, de maneira indiscriminada, sem acompanhamento médico e motivado apenas por perdas mínimas e estéticas.

 

Gostou deste artigo? Clique aqui e receba mais informações e dicas de saúde em endocrinologia.

 

 

 

 

 

Agende sua Consulta

CONSULTÓRIO - SÃO PAULO - SP

Praça Santo Agostinho, Nº 70, Conj. 25, Aclimação
(ao lado do Metrô Vergueiro)


AGENDE POR TELEFONE
Telefones: (11) 3271.7007 / (11) 3277.0708

CONSULTÓRIO - ATIBAIA - SP

Rua João Soares do Amaral, Nº 1005
Vila Santista
 


AGENDE POR TELEFONE
Telefones: (11) 2427.9188 / (11) 2427.9199