10 sinais e sintomas de que a glicose está alta no sangue

26 de abril de 2021

Em seus estágios iniciais o diabetes costuma ser silencioso, sendo necessário o seu controle por meio de exames de sangue e o monitoramento através de glicosímetros, ainda assim é importante estarmos alertas aos seguintes sinais e sintomas:

1 – Diurese e sede excessivas: o organismo elimina o excesso de açúcar do sangue através da urina. Mais açúcar, mais diurese e maior a necessidade de beber água para repor os fluidos perdidos;

2 – Cansaço e fraqueza: no diabetes a glicose encontra dificuldade em entrar nas células, reduzindo dessa forma o seu fornecimento de energia;

3 – Alterações visuais:
surgem de várias maneiras, desde turvamento visual, variação do grau dos óculos, visão dupla, manchas no campo de visão, entre outros;

4 – Infecções de repetição: o excesso de açúcar é tóxico para as células de defesa do organismo e aumenta o risco de infecções urinárias, respiratórias, candidíase genital etc;

5 – Inchaço nas extremidades:
para diminuir a glicose do sangue pela urina, ocorre uma sobrecarga dos rins que, com o passar dos anos, perdem gradualmente sua função e capacidade de eliminar o excesso de líquidos;

6- Formigamento e perda de sensibilidade dos pés: o diabetes também é tóxico para os delicados nervos responsáveis pela sensibilidade, mais notada nos pés no início da doença;

7 – Impotência sexual em homens: pela dificuldade de circulação de sangue para o pênis e diminuição da sensibilidade nervosa do órgão que leva à excitação;

8 – Perda de peso não intencional: a eliminação excessiva de glicose pelos rins leva a perda de calorias que deveriam ser fornecidas às células. Perder peso, nesse caso, não é um bom sinal;

9 – Má digestão e alterações do hábito intestinal: como disse, o diabetes é tóxico para os nervos, inclusive aqueles responsáveis pelos movimentos do estômago e intestino;

10 – Cicatrização lenta: cortes e ferimentos podem demorar mais tempo do que o normal para cicatrizarem pois o diabetes obstrui os vasos que levam plaquetas e fatores de coagulação para o local da lesão.

Outros Artigos

Gostou do nosso material ?

Continue acompanhando nossos lançamentos semanais, recebendo avisos diretamente no seu e-mail,
assine nossa newsletter e siga nossas redes sociais para ficar ligado!